INFORMATIONS A nossa campanha participativa 2024 está ativa, encontra o seu link abaixo no encarte disponibilizado para o efeito !
Select Payment Method
Personal Info

Terms

Donation Total: 180€

Pré-WYD em Idanha

Detalhes

TEMPO DE LEITURA

3 min

Continua a todo o vapor!

Há um ano que nos preparávamos para isto... e eles vieram!

Como precursor da Jornada Mundial da Juventude em Lisboa, reuniu-se em Idanha-a-Nova um grupo francófono de 31 jovens e 4 adultos acompanhantes provenientes de França, Reunião, Bélgica, Líbano, Madagáscar e Maurícia, enviados pelo Movimento Cristão Rural, para passar uma semana no país. refletir sobre a agricultura do futuro, analisando os métodos agrícolas de ontem e de hoje e as suas consequências...

Escolheram este tema para reflexão, em ligação com os textos da encíclica Laudato-si pelo Papa Francisco, para sensibilizar para a necessidade de respeitar a Criação e de cuidar da nossa "casa comum", a Terra, tantas vezes massacrada e poluída em nome da exploração comercial e da rentabilidade a cada momento. Equilibra o Respeito pela Criação, a Fé, o envolvimento profissional e a vida quotidiana... um enorme desafio!

Acampados nos terrenos de uma propriedade local (em tendas cedidas pelos escuteiros de Idanha), com vista para a Campina, pudemos cruzar-nos com eles na GR12, na GR08 e no Caminho de Compostela entre Idanha-a-Nova e Idanha-a-Velha, descobrindo as diferentes culturas, as sementes na Várzea, a produção de óleos essenciais em Segura, as escassas pastagens para vacas e ovelhas sob os sobreiros e as oliveiras... Visitando várias quintas e empresas da nossa BioRegião de Idanha, colocaram questões aos produtores sobre o desenvolvimento de projectos inovadores que vão surgindo aqui e ali no terreno... enquanto provavam especialidades locais (a descoberta da melancia do Ladoeiro foi memorável... tanto que o seu grupo no whatsapp tomou o seu nome!!!) .

O projeto "Idanha-a-Vida/Plantarfuturo", em Idanha-a-Velha, e a conferência "A agricultura biológica como solução essencial para a autossuficiência alimentar de todos no futuro", no Centro de Documentação Raiano, em Idanha-a-Nova, chamaram particularmente a atenção para as consequências dos métodos utilizados:

  • a perda de fertilidade dos solos devido à plantação de monoculturas e à aplicação de quantidades cada vez maiores de produtos químicos nas explorações agrícolas,
  • a lixiviação dos solos e a eliminação de uma grande parte da flora e da fauna locais, devido ao emparcelamento muitas vezes irracional.
Estes debates sublinharam a necessidade de manter a biodiversidade nas explorações agrícolas e de respeitar o ambiente em cada uma das acções empreendidas, estando cada aspeto inter-relacionado com os outros: uma população saudável é o resultado de uma boa alimentação, que por sua vez é o resultado de uma boa gestão agrícolaNas palavras do Dr. Pierre Delbet, na Academia Francesa de Medicina, "o papel do agricultor na saúde é ainda mais importante do que o do médico".

Precursor da Jornada Mundial da Juventude em Lisboa, este grupo, enviado pelas Journées Paysannes (https://www.journees-paysannes.org), um movimento francês de cristãos rurais, veio à nossa bela BioRegião da Idanha, uma região agrícola privada pela crise económica e despovoada pela migração, para passar uma semana "Pensa na agricultura do futuro, analisando os métodos agrícolas do passado e do presente e as suas consequências...".

Os líderes dos grupos, membros da família inaciana, levaram-nos a refletir sobre os objectivos que são realmente importantes para os seres humanos, como indivíduos e como sociedade: o lucro imediato e exclusivo de uma minoria ou o bem-estar coletivo e a preservação do planeta para os nossos filhos? Não deveríamos questionar as acções dos lobistas e a incoerência de certos dirigentes políticos que gerem o nosso futuro com base em relatórios mais ou menos distorcidos? Como é que podemos conciliar partilha e rentabilidade, lucro e justiça? Como é que podemos colocar a fé e a procura da verdade no centro daquilo que faz com que a vida valha a pena? É uma consciência totalmente nova, um desafio totalmente novo!

O Presidente do Conselho, Armindo Jacinto, deu-lhes uma “panorâmica” da história do nosso concelho, desde o nascimento de S. Damas em Idanha-a-Velha (37º papa, autor da Vulgata) até aos nossos dias. Aproveitaram para descobrir a riqueza do parque Naturtejo e a sua soberba variedade de aves, para apreciar a piscina natural de Penha Garcia, o envolvimento do adufe e das adufeiras na vida e no folclore locais, a beleza dos nossos amanheceres e entardeceres… Meditaram sobre a Criação e festejaram debaixo das oliveiras e das figueiras, árvores bíblicas simbólicas que, para eles, permaneceram míticas até então…

Regressaram a Lisboa (abasteceram-se de melancias!) para partilhar as suas descobertas e continuar a sua busca por um mundo melhor, com a frase de Carlyle bem presente nas suas mentes “se TU te queixas da tua época, se TU a achas má, antes de te queixares e criticares, pergunta a ti próprio o que TU fizeste para a melhorar…”.

Alguns prometeram voltar e até participar na próxima apanha da azeitona… Bem-vindo!

Sem categoria
biogaia

Campanha BioGaia 2024

Campanha BioGaia 2024 Olá a todos! Temos o prazer e a honra de anunciar o lançamento da nossa campanha online no HelloAsso! Para mais informações, clica aqui: https://www.helloasso.com/associations/aladas-association-les-amis-des-abeilles-sauvages/collectes/campagne-2024-biogaia Graças ao

Lê mais "
Eventos
biogaia

O BioGaia ganha uma nova roupagem!

O BioGaia ganha uma nova roupagem! Como podes ver, melhorámos e embelezámos o nosso site. Esta nova plataforma “responsiva” tem um design muito mais claro e (graças às suas novas

Lê mais "
Eventos
biogaia

Pré-WYD em Idanha

Continua a todo o vapor! Há um ano que nos preparávamos para isto… e eles vieram! Como precursor da Jornada Mundial da Juventude em Lisboa, reuniu-se em Idanha-a-Nova um grupo

Lê mais "

As nossas campanhas

Deixe um comentário